Haicais Visuais

trabalhos que mesclam design, arte e poesia

Shine

Novo cartaz analisado

Volver - leia e escolha o próximo

Churches

Marcia Okida - arte e design

Design, cor e arte nunca se separam

Churches

design e tatuagens

as mandalas e seus simbolos

Civic Involvement

Revista Estar Bem

artigos sobre cores

Civic Involvement

presente especial

com muita arte e design

Civic Involvement

Na ZUPI

artigos sobre design

Civic Involvement

Sobre Coisas e Design

"artigos para o Artefatocultural"

Action

• Noite Estrelada é sobre meu trabalho e minhas paixões. Experimente cada área acima e espero que goste.

Mandalas, tatuagens e design

Revista Estar Bem artigos sobre cores

leia...

• Sien

vgsorrow-copy

Vincent van Gogh , em um certo momento de sua vida no ano de 1882, encontrou “Sien” e a retratou. Ele a desenhou inúmeras vezes. Essa mulher renovou suas forças e fez com que esquecesse a tristeza e solidão em que vivia. Um dos desenhos que fez intitulou de “Sorrow”.  E para homenager todas as mulheres um trecho de uma carta que Vincent escreveu ao seu irmão Théo falando sobre Sien


“Aos meus olhos ela é bonita, e nela encontro exatamente o que quero; sua vida tem sido dura. A mágoa e a adversidade deixaram nela suas marcas e, portanto, agora posso fazer alguma coisa por ela. Quando a terra não está arada, dela não se tira colheita alguma. Pois essa mulher foi arada — e assim nela encontro mais do que numa multidão de mulheres não cultivadas (…) Pouco a pouco e lentamente nasceu entre ela e eu alguma coisa diferente: uma necessidade manifesta de um pelo outro, tanto que ela e eu não podemos mais nos separar, e nos insinuamos cada vez mais em nossas vidas recíprocas, e então foi o amor. O que existe entre Sien e eu é real, não é um sonho, é a realidade. Considero uma grande benção que meus pensamentos e que minha atividade tenham encontrado um ponto fixo, uma direção determinada. (…) Veja o resultado, quando você vier me ver, não me encontrará mais desencorajado ou melancólico, mas estará num ambiente no qual acredito você poderá se acomodar, e que pelo menos não te desgostará. Um jovem ateliê, um lar ainda jovem, em plena ação”. – cartas a Théo, abril de 1882.

Leave a Reply