Haicais Visuais

trabalhos que mesclam design, arte e poesia

Shine

Novo cartaz analisado

Volver - leia e escolha o próximo

Churches

Marcia Okida - arte e design

Design, cor e arte nunca se separam

Churches

design e tatuagens

as mandalas e seus simbolos

Civic Involvement

Revista Estar Bem

artigos sobre cores

Civic Involvement

presente especial

com muita arte e design

Civic Involvement

Na ZUPI

artigos sobre design

Civic Involvement

Sobre Coisas e Design

"artigos para o Artefatocultural"

Action

• Noite Estrelada é sobre meu trabalho e minhas paixões. Experimente cada área acima e espero que goste.

Mandalas, tatuagens e design

Revista Estar Bem artigos sobre cores

leia...

• ed. 2


ilustração: marcus vinícius aquino


Cor é luz

No artigo anterior vimos como as associações cromáticas ocorrem de modos diversos e para os mais variados objetivos e funções. Podemos resumi-las em cinco tipos: fisiológicas, psicológicas, sinestésicas, afetivas e materiais. Hoje, vamos conhecer um pouco da associação fisiológica pela reação que o nosso cérebro tem ao contato com a luz, transmitida ao corpo de maneiras múltiplas. Vale lembrar que cor é luz; e as cores existem pela variação no comprimento da onda de cada uma.


A luz chega ao cérebro e é retransmitida ao corpo. Cada cor alcança áreas do nosso organismo, com diferentes intensidades e reações e variando de acordo com a “força” de cada uma. Portanto, é correto afirmar que as associações fisiológicas são as mais eficazes, isso porque independem de gosto ou preferência, já que esta reação do cérebro é igual em qualquer pessoa, sem possibilidade de ser alterada por gostarmos ou não de determinada tonalidade. Ou seja, quando vemos uma cor o nosso cérebro e o nosso corpo respondem a ela antes mesmo de sermos capazes de raciocinar sobre onde está, se gostamos ou não.

A reação às cores é totalmente inconsciente. Mas somos capazes de usá-las de modo consciente para obter resultados, de acordo com o que desejamos. Vamos ver agora algumas associações fisiológicas das cores.

Verde – A luz correspondente ao verde causa no nosso organismo duas reações – aumenta a atividade cerebral e diminui a produção de suco gástrico.

Azul – É conhecida por ser uma cor relaxante, que acalma, o que é também uma associação psicológica. Fisiologicamente, isso se comprova porque o azul diminui a pressão arterial e os batimentos cardíacos.

Amarelo – Por ser uma das ondas de luz mais fortes, o amarelo, fisiologicamente, é uma cor estressante, pois tensiona o sistema nervoso central, deixando-nos em estado extremo de alerta.

Laranja – Esta é a cor da fome e da alegria, pois aumenta a produção de suco gástrico e de serotonina.


Agora, vamos para as duas cores sexuais.

Vermelho – Além de aumentar os batimentos cardíacos e a pressão arterial, estimula a produção do hormônio sexual nos homens.

Violeta – Estimula a produção de hormônio sexual nas mulheres, mas também sensibiliza o sistema emocional, deixando-nos mais sensíveis.

Portanto, para um encontro amoroso pitadas de violeta e vermelho darão um bom resultado. Que tal? Essas são algumas das associações fisiológicas das cores. Use-as com moderação porque o excesso pode causar efeitos contrários, isso por causa da saturação de uma determinada cor/luz.


Aguardo as suas dúvidas e mensagens que poderão ser transformadas em temas para as próximas edições. Vamos trocar mais ideias sobre o mundo das cores.


One Response to “• ed. 2”

  1. 1
    Lucas Says:

    Olá Professora,

    Agora já sei, Violeta e vermelho…rs

    mais uma perguntinha.. qual cor que possa combinar com o violeta e ao mesmo tempo ajudar na questão de não deixar as ‘mulheres’ tão sensíveis ?

    Obrigado.. Mtooo boa a matériaa..!!!bjs

Leave a Reply