Haicais Visuais

trabalhos que mesclam design, arte e poesia

Shine

Novo cartaz analisado

Volver - leia e escolha o próximo

Churches

Marcia Okida - arte e design

Design, cor e arte nunca se separam

Churches

design e tatuagens

as mandalas e seus simbolos

Civic Involvement

Revista Estar Bem

artigos sobre cores

Civic Involvement

presente especial

com muita arte e design

Civic Involvement

Na ZUPI

artigos sobre design

Civic Involvement

Sobre Coisas e Design

"artigos para o Artefatocultural"

Action

• Noite Estrelada é sobre meu trabalho e minhas paixões. Experimente cada área acima e espero que goste.

Mandalas, tatuagens e design

Revista Estar Bem artigos sobre cores

leia...

• ed. 3

• edição 1:  Como as cores mudam sua vida

• edição 2: Cor é Luz

Branco é paz?

arte: Marcus Aquino

A partir de cada tipo de associação que for explicada aqui, você perceberá algumas pequenas ou grandes diferenças sobre o que a cor pode significar, dependendo de cada tipo de associação.

Uma sugestão: compare o que foi dito na edição anterior, recorte, guarde cada relação entre cores e seus efeitos; assim, você perceberá como elas possuem linguagens e universos bem distintos.

Quando dizemos que uma cor acalma, alegra, esquenta, proporciona paz etc, estamos falando das associações psicológicas — que não são reações físicas do nosso organismo a cada cor/luz — sensações que o cérebro transmite ao corpo.

Não existe uma comprovação científica para as associações psicológicas, mas uma comprovação feita por meio de pesquisas com pessoas de sexos, idades e nacionalidades diferentes, em que a grande maioria mostra um mesmo tipo de reação ou sensação a cada cor.

Vários são os livros que usam e demonstram o estudo da psicologia das cores e como ela pode, e é, usada tanto na vida pessoal quanto na publicidade, comunicação, decoração etc.

O apelo afetivo e emocional que as cores têm, existe justamente por causa das associações psicológicas de cada uma.

Associação psicológica é a sensação diante da cor que é vista, enquanto que a fisiológica é uma reação física a cor recebida como luz no nosso cérebro.

A maior diferença que existe, e que pode ajudar a entender o que é a associação psicológica, é quando falamos da cor branca.

Psicologicamente, o branco é a cor da paz; por isso, quando se usa o branco no Ano-Novo, por exemplo, a grande maioria o faz com esse objetivo — paz, calma, limpeza.

Já fisiologicamente o branco é a cor mais estressante de todas porque causa no organismo uma reação física a todas as luzes, já que o branco é a soma de todas as cores e como visto no artigo anterior: cor é luz.

Para entender essa diferença, responda a esta pergunta: por quanto tempo você conseguiria permanecer em um ambiente totalmente branco, com luz, branca, você vestido de branco, ou seja, nada com alguma coisa de outra cor?

Por pouco tempo, com certeza. Mesmo você acreditando e sentindo que branco é paz, ele não vai te trazer paz; ao contrário, vai incomodar pelo excesso de luz.

Portanto, branco significar paz é psicológico; não conseguirmos permanecer em um ambiente branco por muito tempo é fisiológico.

Compreendendo então que a associação psicológica são as sensações que as cores transmitem — sensações universais de acordo com pesquisas já feitas —, vamos conhecer um pouco de cada uma delas.

Verde: liberdade, seriedade, confiança, segurança, esperança, estabilidade, frescor, sabedoria.

Azul: liberdade, amizade, paz, descanso, suavidade, infinito, tranquilidade, passividade, monotonia.

Violeta: sensualidade, arte, cultura, esoterismo, sensibilidade, espiritualidade, morte, dor, insegurança.

Amarelo: alegria, misticismo, riqueza, iluminação, alerta, atenção, irritação, agilidade.

Laranja: felicidade, alegria, juventude, fome, criança, movimento, doce, dança, festa.

Vermelho: força, perigo, sexo, medo, amor, paixão, morte, violência, pecado, ação.

Participe! Envie suas dúvidas sobre cores que elas podem estar na próxima edição da revista.

• edição 1:  Como as cores mudam sua vida

• edição 2: Cor é Luz

2 Responses to “• ed. 3”

  1. 2
    Liute Cristian (@LiuteCristian) Says:

    Nossa. Que matéria linda sobre cores, isso realmente é algo que me fascina completamente.
    Em meus trabalhos também tento associar as cores a personalidade de meus clientes e as idéias que eles tem. Com certeza estas dicas me serão muito úteis, e também vou mencionar em meu blog.
    Claro, mencionando a fonte original que é este seu blog perfeito.

    Será que posso?

  2. 1
    Felipe Says:

    Muito bom Márcia; como sempre seus artigos sobre cores são fascinantes e irresistíveis. Uma análise muito reveladora do Branco, parabéns =)

Leave a Reply